Noticias
Em homenagem ao Dia das Mães, clínica de reprodução assistida vai oferecer consulta para 40 casais inférteis
Abril de 2014

Homenagem ao Dia das Mães Os casais serão atendidos mediante agendamento prévio que deve ser feito pelo telefone (71) 3245-4009


Enquanto muitas mães vão comemorar o seu dia no segundo domingo de maio, para muitos casais a data comemorativa só reforça sentimentos como ansiedade, tristeza, medo, frustração e até vergonha gerados pela dificuldade de ter um filho. Cerca de 15 % da população brasileira em idade fértil é afetada pela infertilidade. Segundo a Academia Americana de Medicina Reprodutiva, a infertilidade conjugal é caracterizada como a situação em que um casal, após um ano de tentativa, tendo vida sexual ativa e sem usar medidas anticoncepcionais, não consegue obter uma gravidez. Em homenagem ao Dia das Mães, o Centro de Medicina Reprodutiva – Cenafert vai oferecer, no próximo dia 8 de maio, das 8 às 13 horas, consulta gratuita aos casais que desejam ter filhos e não conseguem. A iniciativa tem o objetivo de orientar casais inférteis de baixa renda, que não têm acesso aos especialistas na área de reprodução assistida. Os pacientes do sexo masculino que forem atendidos no dia 8 também poderão agendar, gratuitamente, o espermograma (exame de análise laboratorial do sêmen). O exame é a principal maneira de avaliar a capacidade reprodutiva do homem.

Serão atendidos 40 casais mediante agendamento prévio que deve ser feito pelo telefone (71) 3245-4009. A consulta será realizada na sede da clínica especializada em reprodução assistida, que fica na Avenida Adhemar de Barros, 67, Ondina.

Segundo o ginecologista, especialista em Reprodução Humana e diretor do Cenafert, Joaquim Lopes, “grande parte dos casos de infertilidade pode ser prevenida ou revertida com medidas simples". Nem todos os casais que enfrentam problemas de fertilidade necessitam recorrer a uma técnica de reprodução assistida para ter um filho. Estima-se que apenas um terço dos casais necessita técnicas mais complexas para realizar o sonho de ter um bebê. Com base nesses dados, a clínica promove sempre em datas comemorativas – como Dia das Mães, Dia dos Pais e Dia das Crianças – um dia exclusivo para atendimento gratuito de casais de baixa renda.

É recomendado que as pacientes levem exames mais atuais que tiverem sido feitos e compareçam acompanhadas de seus parceiros. “É de fundamental importância que o homem tenha acompanhamento médico e participe junto com a sua parceira da investigação para diagnóstico e tratamento da infertilidade”, afirma o médico Joaquim Lopes. Se no passado a infertilidade conjugal era considerada um problema exclusivamente feminino, sabe-se atualmente que cerca de 40% dos casos de infertilidade de um casal são atribuídos à mulher, 40 % aos homens e em 20% dos casos o problema está presente em ambos os parceiros.

Desejar ter filhos e constituir família fazem parte do projeto de vida da maioria das pessoas. A ansiedade gerada pela falta de filhos e as consequentes cobranças de familiares, amigos e, principalmente, de um parceiro para o outro são responsáveis por problemas sérios na vida de um casal. Nos EUA, cerca de 25% dos casamentos são desfeitos por conflitos gerados pela ausência de gravidez.


Idade e infertilidade

A idade é um dos fatores naturais que afetam a capacidade reprodutora, já que há declínio da fertilidade nas mulheres, após os 35 anos. Uma mulher com menos de 30 anos pode esperar até dois anos para que aconteça a gravidez se na avaliação pré-nupcial não foi detectado nenhum problema para engravidar. Caso a mulher tenha mais de 30 anos não deve aguardar mais que um ano para iniciar uma investigação com o especialista. Se atingiu 35 anos, o prazo de espera não deve ultrapassar seis meses. Após os 40 anos se a mulher deseja engravidar deve, de imediato, iniciar a investigação da sua capacidade fértil.


Causas da Infertilidade

Várias são as causas que podem levar à infertilidade na mulher, dentre elas as doenças sexualmente transmissíveis (DST's), os distúrbios hormonais, obstrução nas trompas, problemas de malformação ou tumores no útero, endometriose e ovários policísticos. No homem, a varicocele (varizes na bolsa escrotal) é uma das causas mais comuns da infertilidade e consiste na dilatação anormal das veias que drenam o sangue na região dos testículos. A baixa produção de espermatozoides pelo testículo, causada por alterações hormonais, a mobilidade dos espermatozoides e a qualidade do sêmen são alguns dos fatores que influenciam na fertilidade masculina. Outro fator que pode reduzir ou até mesmo eliminar a produção de espermatozoides na vida adulta pode ser resultante de uma infecção dos testículos pelo vírus da caxumba, contraído na infância. Há também causas genéticas em pacientes que não têm espermatozoides (azoospermia) ou que apresentam uma concentração inferior a cinco milhões de espermatozoides por mililitro de sêmen (oligozoospermia severa). As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s), o uso de cigarro e o consumo de álcool também podem comprometer a fertilidade.

Grande parte da população desconhece que a infertilidade também pode ser prevenida com simples mudança de hábitos de vida. O consumo de álcool e drogas, o estresse, o cigarro, a obesidade e até a magreza em excesso podem provocar alterações nos óvulos e espermatozoides, comprometendo a capacidade reprodutiva do casal. Outros fatores também podem influenciar na saúde reprodutiva como a poluição, o uso de alguns medicamentos e a própria ansiedade.


Sobre o Cenafert
Com sede no bairro de Ondina (Salvador) há 12 anos, o Cenafert tem como missão garantir atenção integral para o casal que sonha em ter um filho. Além de contar com equipe multidisciplinar com larga experiência em Reprodução Humana, a clínica investe no atendimento humanizado e é dotada do que existe de mais moderno em tecnologia médica para a área de Reprodução Assistida, já tendo sido responsável ao longo de pouco mais de uma década pela gestação de mais de 1000 “bebês de proveta”.



Outras Noticias
Verhum - Video endoscopia e reprodução humana
Insemina - Centro de Reprodução Humana para Todos
Clique aqui e veja as duas mais frequentes sobre Fertilidade